1° Seminário de Danças Tradicionais e Gerações Coreográficas

________________________________

GRATUITO

________________________________

 

16 e 17 de Março de 2019

Centro Comunitário de Abdon Batista

A DANÇA GAÚCHA 

MERECE ESTUDO…

O Seminário de Danças Tradicionais e Gerações Coreográficas será um encontro com estudiosos das Danças Tradicionais Gaúchas pesquisadas por J.C. Paixão Côrtes (em memória) e L.C. Barbosa Lessa (em memória), observando as considerações mais importantes como passos fundamentais, Gerações Coreográficas e avaliação em concursos artísticos, convidando participantes para a prática dos temas em que haja necessidade. 

Haverá Conjunto Musical ao vivo disponível para as considerações musicais.

Programação:

Dia 16 de Março (sábado)

  • 9h – Credenciamento
  • 10h – Palestra: Lei Rouanet de Incentivo a Cultura – Elaboração de Projetos Culturais – Elaboração de Projetos Culturais – Prestação de Contas e Captação de Recursos com Magna Barp / Instituto Humaniza
  • 12h – Pausa para almoço (livre)
  • 14h – Danças Tradicionais e Gerações Coreográficas (1° e 2° hibridismos)
  • 20h – Jantar por adesão (R$25,00 por pessoa antecipado)
  • 21h30min – Danças do Tropeirismo Biriva

 

Dia 17 de Março (domingo)

  • 8h – Café da Manhã
  • 9h – Danças Tradicionais e Gerações Coreográficas (3° e 4° hibridismos)
  • 12h – Almoço por adesão (R$25,00 por pessoa antecipado)
  • 13h30min – Continuação das Atividades
  • 16h – Outras Considerações e Avaliação
  • 17h – Encerramento

Conteúdo

Danças Tradicionais Gaúchas

1. Introdução as Danças Gaúchas: História, Pesquisas e Pesquisadores, Referências Bibliográficas e Discografias.Gerações Coreográficas:

2. Classificação de J.C. Paixão Côrtes sobre Danças Gaúchas de acordo com suas características musicoreográficas em comum.

3. 1° Geração Musicoreográfica: Teoria, Prática, Música e Avaliação das Danças:

3.1 TIRANA DO LENÇO

3.2 TATÚ COM VOLTA NO MEIO

3.3 TIRANA DO OMBRO (Criação)

4. HIBRIDISMOS ENTRE 1° E 2° GERAÇÕES:

4.1 ANÚ

5. 2° GERAÇÃO:

5.1 QUEROMANA

5.2 CARANGUEJO

5.3 QUEROMANINHA

6. 3° GERAÇÃO MUSICOREOGRÁFICA:

6.1 PEZINHO

6.2 MAÇANICO

6.3 CHIMARRITA

6.4 CANA VERDE

6.5 RILO

6.6 VINTE E QUATRO

7. HIBRIDISMOS DA 3° GERAÇÃO:

7.1 SARRABALHO (3° E 1°)

7.2 BALAIO (3° E 1°)

8. 4° GERAÇÃO MUSICOREOGRÁFICA:

8.1 HAVANERA MARCADA

8.2 MAZURCA MARCADA

8.3 MAZURCA GALOPEADA

8.4 MAZURCA DE CARRERINHA

8.5 CHOTES CARRERINHO

8.6 CHOTES DE 7 VOLTAS

8.7 CHOTES DE 7 PASSOS

8.8 CHOTES DOS DEDINHOS

8.9 CHOTES PONTA E TACO

8.10 CHOTES DE PAR TROCANDO (FRONTEIRA E SERRANO)

8.11 CHOTES DE RODA (SERRANO E LITORAL)

8.12 GRAXAIM

8.13 SARNA

8.14 CHOROSA

8.15 CHOTES AFIGURADO

9. HIBRIDISMOS DA 4° GERAÇÃO

9.1 CHIMARRITA BALÃO (4° E 1°)

9.2 BALÃO CAÍDO (4° E 1°)

9.3 RANCHEIRA DE CARRERINHA ( CRIAÇÃO) (4° E 1°)

9.4 CHICO SAPATEADO (4° E 1°)

9.5 VANERÃO SAPATEADO (4° E 1°)

9.6 CHOTES INGLÊS (4° E 2°)

9.7 VALSA DO PASSEIO ( 4° E 3°)

9.8 MEIA CANHA (4° E 3°)

10. DANÇAS ESPECIAIS:

10.1 VALSA DA MÃO TROCADA

10.2 JARDINEIRA

10.3 PAU DE FITAS

10.4 PERICON

10.5 CHOTES DE DUAS DAMAS

10.6 FACA MARUJA

11. DANÇA RELIGIOSA 

11.1 DANÇAS DE SÃO GONÇALO DO AMARANTE

Danças do Tropeirismo Biriva

1. INTRODUÇÃO A DANÇA BIRIVA: Um pouco de história, pesquisas, referências e características.

2. TEORIA, PRÁTICA E AVALIAÇÃO DAS DANÇAS BIRIVAS – DANÇA E MÚSICA:

2.1 FANDANGO SAPATEADO

2.2 CHICO DO PORRETE

2.3 DANÇA DOS FACÕES

2.4 CHULA BIRIVA

Palestrantes

Paulo Bigaton

DANÇAS TRADICIONAIS eduardo de sá

Eduardo de Sá

DANÇAS TRADICIONAIS GABRIELA HAAS BIGATON

Gabriela Hass Bigaton

Sandro Arruda (NIKITO)

palesmagna500x500

Magna Regina Barp

Realização:

Produção Cultural:

Apoio:

Patrocínio:

blocomarcasenercanpng

Realização:

blocomarcasgov